Fascínio.  

Posted by Henrique Barbosa

Entre todas as imagens, as imagens da chama - das mais ingênuas às mais apuradas, das sensatas às mais loucas  - contêm um símbolo de poesia. Todo sonhador inflamado é um poeta em potencial. Toda fantasia diante da chama é uma fantasia admiradora. Todo sonhador inflamado está em estado de primeira fantasia. Esta primeira admiração está enraizada em nosso passado longínquo. Temos pela chama uma admiração natural, ouso mesmo dizer: uma admiração inata. A chama determina a acentuação do prazer de ver, algo além do sempre visto. Ela nos força a olhar.

(Bachelard,1989, p. 11)



Parênteses: (Quem nunca foi hipnotizado pelo fogo?)


Frases: 

This entry was posted on quinta-feira, 31 de março de 2011 at 10:28 . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

0 comentários

Postar um comentário